Os manhosos
131
5

Estou finalmente de férias e como tenho muito mais tempo livre  fui dar uma vista de olhos a algumas publicações recentes que estão a sair na internet sob o anonimato. Nesta coisa de Blogs já todos percebemos que o anonimato é uma vantagem dos que escrevem porque pode-se redigir o que nos apetece que ninguém nos irá pedir responsabilidades.

Demorei algum tempo a perceber, mas finalmente compreendi que alguém está a publicar uns textos insinuando a culpa para terceiros. Não fosse evidente até podia ser credível, mas sugerir que uma pessoa conhecida por ser declaradamente e publicamente insatisfeita é o autor de textos é do mais baixo que existe.

A realidade é que alguém muito esperto e sonso está a se autodenominar incompetente numa guerra de competências e promoções para se vitimizar e obter a simpatia dos visados e lançar as culpas sobre terceiros porque sabe que normalmente as críticas funcionam ao contrário.

E o mais cómico é que o manhoso desconhece que um dos principais suspeitos dos textos, por motivos de saúde está impedido de aceder à internet e publicar o que quer que seja, ou seja, o manhoso cometeu uma argolada ao tentar incutir culpas em alguém que está impossibilitado de escrever.

Além de idiota, é baixo, muito baixo!

E qual é a estratégia do manhoso? O manhoso normalmente não toma a iniciativa, e funciona como um predador que aguarda pela presa e pela oportunidade. Neste caso particular a história resume-se a ter saído um texto que julgo ter sido escrito por alguém do interior de uma empresa logo seguido por outro texto sobre o mesmo assunto mas com outro objetivo muito bem definido. O de desacreditar alguém que não teve, nem tem, nada a ver com o assunto.

O manhoso sabe que no fim, os culpados serão sempre os loucos e os idiotas, ou seja, os que dizem aquilo que pensam, sem rodeios, e sem medos.

Mas o que mais me surpreende é o facto de muita boa gente ter caído na cantiga do bandido e ter acreditado em factos demasiado evidentes.

A conclusão que se chega, é que uma boa estratégia de defesa para estes casos é manter os amigos por perto e os manhosos mais perto ainda.